This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

This Is A Custom Widget

This Sliding Bar can be switched on or off in theme options, and can take any widget you throw at it or even fill it with your custom HTML Code. Its perfect for grabbing the attention of your viewers. Choose between 1, 2, 3 or 4 columns, set the background color, widget divider color, activate transparency, a top border or fully disable it on desktop and mobile.

Pesquisa – MídiaMigra

Home/Pesquisa – MídiaMigra
Pesquisa – MídiaMigra 2016-12-22T18:03:29+00:00

Pesquisa

A pesquisa MídiaMigra: Observatório de Migração e Comunicação Intercultural visa a coleta, a seleção e a análise de matérias produzidas pela mídia brasileira sobre migração contemporânea para o Brasil. O objetivo principal do projeto é construir um banco de notícias que possibilite traçar um recorte qualitativo e quantitativo para análise aprofundada sobre os sentidos e as tendências dos discursos midiáticos elaborados sobre o tema da migração no Brasil.

A pesquisa estrutura-se em aportes teóricos e práticos. Os teóricos resgatam os sentidos sobre a migração histórica no Brasil e como esses discursos se encontram com o mundo contemporâneo e midiático. Também desempenha noções e conceitos que inter-relacionam migrações e racismos, estereótipos, pertencimentos,  e interculturalidades, por meio das lentes teóricas de autores brasileiros como Denise Cogo, Mohammed ElHajji, Sofia Zanforlin, Giralda Seyferth, Fabio Koiffman, Helion Póvoa Neto e internacionais como Steven Vertovec, Stephen Castles, entre outros.

Os aportes práticos da pesquisa estruturam-se na construção de um observatório de mídia, que busca a seleção de notícias nos principais portais de comunicação na internet, num processo de clipagem com palavras chaves extraídas das categorias construídas a partir da fundamentação teórica elaborada na primeira fase da pesquisa, tudo isso com o apoio de um software e uma planilha de observação desenvolvidos especificamente para tal atividade.  Assim, o  olhar lançado para o conteúdo dos dados coletados advém do arcabouço teórico que norteia a pesquisa, não só na leitura textual das notícias, mas também nos elementos não textuais, como nos sentidos imagéticos de enquadramentos e nos outros elementos que fazem parte da notícia (fotos, vídeos, áudios).

Por fim, com a sistematização de todos os dados e conteúdos, busca-se contribuir para o debate atual sobre as relações interculturais no Brasil, de como lidar com problemáticas sociais das manifestações de exclusões, traçando caminhos possíveis para a discussão da migração como assunto que mobilize Estado e sociedade.

Metodologia

A pesquisa utiliza diversas estratégias metodológicas para alcançar os resultados. Inicialmente, trabalhamos com a revisão bibliográfica, que ocorreu de forma sincrônica ao desenvolvimento da pesquisa, acompanhada de leituras sistemáticas, fichamentos e estudos dirigidos.

A exploração inicial das notícias que trabalhavam com o tema da pesquisa também foi importante, nos permitindo definir o corpus empírico a ser investigado e a definição das palavras-chaves para indexação de conteúdo no sistema desenvolvido na pesquisa.

Com esse levantamento, criamos um sistema de recuperação de informações, por meio de um rastreador web (web crawler) e a inserção de termos de busca. Para identificar todas as notícias sobre a temática pesquisada, foram utilizados termos amplos e, a partir do primeiro resultado, selecionadas manualmente.

As palavras-chaves usadas foram: Imigrantes, imigração, migração, migrantes, haitianos, bolivianos, sírios, senegaleses, paquistaneses, benageles, latino-americanos, “Lei de Migrações”, “política migratória”, “Lei de Estrangeiros”, “Estatuto do Estrangeiro”, “Estrangeiro”, Refúgio, Refugiado, Estrangeiros, Estrangeiro.

Definição de critérios para seleção de portais noticiosos – foram escolhidos os melhores posicionados no ranking do Alexa. O serviço oferece uma classificação geral de todos os sites da internet. Ele é baseado no comportamento de 50 milhões de usuários, o que pode ser uma vantagem na hora de mensurar o número de acessos. Outro detalhe importante é que o serviço de mensuração é gratuito.

Os nove primeiros forma selecionados – a princípio eram 10 –, houve um problema com o décimo que não possibilitou a indexação das matérias no sistema de captura. Dessa forma, decidiu-se monitorar a parte noticiosa dos portais: G1; UOL; El País; VEJA; EBC; IG; R7; Brasil 247; Estadão.

Paralelamente, por meio das leituras periódicas, foram elaboradas categorias qualitativas e questões quantitativas para a análise das notícias. Para isso, 30 questões foram elaboradas.

Com o desenvolvimento da planilha, o grupo de alunos de iniciação científica, composto por sete bolsistas, dividiu-se para que cada um fosse responsável por um portal. Cada um deles ficou responsável pelas seguintes funções:

1 – “limpar” notícias que fossem captadas pelas palavras-chaves selecionadas mas que ainda assim não dialogassem com os objetivos da pesquisa;

2 – Após o descarte das notícias que não dialogam com o objetivo geral da pesquisa, os alunos passam a catalogar as notícias. Essa classificação é feita por meio do preenchimento de uma tabela no Excel, por meio da categorização das notícias.

3 – Construção do relatório: terminada a fase de preenchimento da tabela e categorização das notícias, os relatórios são construídos pelos alunos com a supervisão dos professores responsáveis pela coordenação da pesquisa.

Percorridas essas etapas, os relatórios passarão a ser disponibilizados neste site.